quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Renda Passiva set/2019: R$185,36 (+12,81% que set/2018)

Fala galera, beleza?


Passando aqui para fazer mais um fechamento da renda passiva mensal, que nesse mês ficou em R$185,36, um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado, mas inferior aos rendimentos que vinha recebendo ao longo dos últimos seis meses, onde mantinha sempre acima dos R$200,00.

O grande responsável pela queda nos meus rendimentos foi o meu "rolinho" (todo mundo tem um rolo, né?), o FIXX11 que se transformou em RBFF11, e no meio dessa transição rolaram algumas tretas e os rendimentos despencaram nesses últimos 2 meses. A previsão para esse mês de outubro é de normalização dos rendimentos, vamos aguardar.

Por outro lado, quando comparamos o rendimento deste período, vemos um aumento de cerca de 12% em relação à 2018, o que indica que estou no caminho certo e fazendo meu dever de casa.

Avante nos aportes!




terça-feira, 3 de setembro de 2019

Renda Passiva ago/2019: R$248,63 (+66,27% que ago/2018)

Olá pessoas, tudo beleza?


Nesse mês, apesar do aumento expressivo em relação ao mesmo período do ano anterior, houve uma grande queda nos rendimentos imobiliários, resultado do rendimento pífio realizado por FIXX11 (que agora mudou de nome para RBFF11 e passou a ser gerenciado pela Rio Bravo). Segundo o que li na internet o Banco Fator (antigo gestor) informou que os rendimentos foram comprometidos por causa do pagamento de alguns tributos nesse mês. Não acreditei muito na história, imagino que tenha algo a ver com a mudança da gestão, um tipo de retenção para pagamento de multa contratual, sei lá... bem, o fato é que a Rio Bravo assumiu e imagino que ela queira mostrar serviço, vou acompanhar de perto, em estado de quarentena, e ver o que vai dar.


Apesar desta queda relevante, as ações ITUB3 pagaram dividendos generosos nesse mês, o que acabou equilibrando a renda passiva de agosto e permitindo que ficasse acima dos R$200,00.

Isso mostra o quão importante é ter uma diversificação na carteira de investimento e demonstra que minha carteira não está muito bem balanceada, pois se eu tivesse uma exposição menor em FIXX11 o impacto nos resultados seria menor. Fica o aprendizado feito diretamente pela prática.

Saudações.
   

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Renda Passiva jul/2019: R$220,00 (+38,91% que jul/2018)

Olá pessoas, tudo tranquilo?

Mais um mês de aumento na renda passiva, aos poucos vamos conseguindo evoluir nessa jornada. Os aportes desse mês foram para ações, para balancear minha carteira de acordo com os meus objetivos estabelecidos. A participação de dividendos e JSCP das ações na renda passiva desse mês foi pequena, cerca de R$5,00 apenas... o importante é não apavorar e achar que não está valendo a pena... mas entendo que para quem está acostumado a ver a regularidade das distribuições mensais dos FII pode ser um pouco frustante passar meses a fio sem receber dividendos das ações e, quando receber, perceber que pode ser um valor pequeno. Devemos lembrar que são ativos diferentes e que se comportam de forma diferente, apesar de ambos serem renda variável.

SELIC foi reduzida para 6% a.a., tentativa do governo de forçar o retorno do consumo interno, mas com um teto de inflação anual previsto para mais de 5%, pode ser um tiro no pé... vamos ver o que acontece nesse segundo semestre... o jeito é seguir com os aportes e focar nos meus objetivos enquanto nossos governantes ficam deitados em "berço esplêndido" decidindo o futuro do país através de reformas da previdência e outras coisa.... nada de bom deve vir de lá...


Saudações,

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Renda Passiva jun/2019: R$205,39 (+15,90% que jun/2018)

Olá pessoas!

Mais um fechamento de mês com renda passiva acima de R$200,00, e acredito que esse seja um piso para os rendimentos a partir de agora. Apesar da demora em chegar a esse patamar, principalmente pela concentração dos aportes dos meses anteriores em ações (para adequar a proporção estabelecida), acredito que seja motivo para comemorar! São os pequenos passos que constroem uma longa jornada. 
Esta renda passiva foi quase que exclusivamente provenientes de FIIs, apenas R$0,48 de dividendos das ações.

A meta psicológica de R$70.000 está na porta, mais 1 ou 2 meses para chegar. Importante também registrar que, depois de aproximadamente 2 anos de altos e baixos, voltei a superar meu topo histórico patrimonial!

Saudações!


segunda-feira, 3 de junho de 2019

Renda Passiva maio/2019: R$203,68 (+40,71% que maio/2018)

Olá pessoas!

Fechamento rápido do mês de maio/2019, com renda passiva 40,71% maior que maio do ano passado. A grande maioria dessa renda veio dos FIIs, e uma minúscula parcela (1%) veio das ações, e isso mostra a diferença da regularidade de pagamentos existente entre as duas espécies de investimentos.

Fico feliz em ver a evolução ocorrendo no patrimônio, até mesmo pelo fato de que ano passado pouca coisa evoluiu. Vamos em frente!

sábado, 4 de maio de 2019

Renda Passiva abril/2019: R$230,21 (+52,00% que abril/2018)

Olá pessoas!

Como estão? Por aqui tudo bem, apesar do aporte modesto em abril, mas o que importa é não parar de aportar jamais. Consegui R$225,05 de rendimentos com os FIIs e R$5,16 com as ações. A surpresa ficou por conta do FIXX11 que pagou uma grana boa nesse mês.

O valor total já é 52% maior que os rendimentos de abril do ano passado, e ainda não foram contabilizadas as cotas de MXRF11 subscritas durante o mês.

Atingi a marca de R$60.000 em patrimônio (sem considerar carro, imóvel e ativos permanentes/imobilizados). A meta psicológica é atingir R$70.000, de preferência até a metade do ano, uma vez que já estive nesse patamar e acabei regredindo meu patrimônio por motivo de força maior. 

Vamos seguir a caminhada, um passo de cada vez!


quarta-feira, 27 de março de 2019

Renda Passiva março/2019: R$490,68 (+234,11% que março/2018)

Olá pessoas,


Mais uma vez, como já recebi todos os proventos de FIIS e os dividendos e JCP da carteira de ações referentes à março e não tenho previsão de mais recebimentos no mês, resolvi realizar o fechamento antecipado da renda passiva deste mês, que teve um astronômico aumento de 234,11 % em relação ao recebido em março/2018. 



Os grandes destaques para esse aumento expressivo foram os bons pagamentos de dividendos das ações do Itaú, que até então não contribuíam para a renda passiva, e um imenso pagamento de não recorrente do BRCR, que fez distribuição extra no mês como resultado de uma negociação imobiliária realizada.

Sei que este valor de rendimento é não recorrente e não deve se repetir tão cedo, mas é uma grata surpresa ver um aumento expressivo na renda passiva, nos incentiva a continuar focado no objetivo.

Vamos avante! Saudações